terça-feira, 27 de outubro de 2009

outubro

em plena primavera
já é horário de verão
mais passarinhos cantam
mais mosquitos entram pela janela
sem qualquer cerimônia
e ajudam a insônia com o zumbido
certeiro
na orelha descoberta

as árvores florescem
e a chuva não dá trégua
em outubro,
dá vontade de vestir
aquele casaco bissexto
e sair, altivo e destemido, com um cachecol colorido

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

poeminha disléxico

para Alice Sant'Anna (co-autora)

tô na chuva,
vou abraçar o cavalo
é o pulo do gato
é o gato na chuva
de canivetes

terça-feira, 13 de outubro de 2009

poesia entre quatro linhas

quis escrever algo em homenagem ao futebol,
mas logo notei a inutilidade de tal tarefa.
um drible desconcertante de Garrincha ou Ronaldinho,
um passe elegante de Didi ou Zidane,
uma falta magistral de Zico ou Pet,
e um arremate esplendoroso de Pelé ou Romário,
já são, por natureza, pura poesia.

terça-feira, 6 de outubro de 2009

corredor

onde habitam os fantasmas
ou só de passagem