quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

janeiro

o calor é tamanho
que pareço derreter feito dragão chinês
meio a contragosto
broto na beira d'água como um tatuí
logo eu, que detesto ficar estatelado
na areia
cozinhando tal qual um queijo coalho
uma nuvenzinha despretensiosa passeia
e só falto fazer dança da chuva
nada pra curar rabugice
como um bom banho de mar